preloader
ANCCA e CAIXA realizaram no dia 25 de maio reunião importante para atualização das demandas em andamento e novas estratégias para a rede de CCAs no Brasil

ANCCA e CAIXA realizaram no dia 25 de maio reunião importante para atualização das demandas em andamento e novas estratégias para a rede de CCAs no Brasil

No dia 25 de maio, reuniram-se no prédio da Matriz da Caixa Econômica Federal, em Brasília, a diretoria da ANCCA e os Vice-Presidentes de Rede de Varejo Jair Mahl, de Habitação Henriete Sartori, de Seguridade Camila Aichinger e de Negócios de Atacado Celso Barbosa, além dos Executivos da CAIXA ligados à Rede CCAs.

A reunião teve como objetivo o alinhamento de demandas em andamento e a apresentação de estratégias que estão sendo desenvolvidas para melhorar ainda mais o fluxo da Rede Parceira.

A ANCCA enviou a pauta antecipadamente e houve consenso entre os assuntos que seriam tratados como prioridade, através da interação entre as equipes de Rede e dos Representantes dos CCAs.

Como prioridade, o Vice-Presidente de Rede de Varejo Jair Mahl prontificou-se em atuar junto às áreas responsáveis da Caixa e formalizou o apoio aos parceiros, comprometendo-se em realizar melhorias nos sistemas, oferecer mais produtos para comercialização na rede, bem como retomar o assunto de equiparação nas remunerações entre Lotéricas e CCAs.

A Vice-Presidente de Seguridade Camila Aichinger se disponibilizou para marcarmos uma reunião para tratarmos sobre assuntos específicos de seguridade. Ela também nos informou que somente 1.000 CCAs atuam hoje nos produtos e gostaria de entender melhor o motivo.

Em seguida os demais pontos da pauta foram debatidos entre as equipes e seu modo de tratamento. Como segue:

1- Dossiê digital:
Já está em fase de finalização, a T.I. está trabalhando na inclusão da assinatura digital.

2- CCA conseguir consultar o SRCC (Serviço de Registro de Crédito Consignado)
Ficou definido que ficará disponível no Conexão Caixa, que vai ao ar para Rede nos próximos dias.

3 – Contrato de forma digital
Ainda está sendo discutida uma forma de tornar viável perante todas as instituições envolvidas

4 – CCA conseguir fazer avaliação de liquidação simultânea
Já está aprovado, apenas aguardando a operacionalização.

5 – Propostas não atendidas pelo CCA (Ex: trava de propostas acima de R$ 3 milhões)
Acatado, a partir do dia 01/06/2022 já poderemos operar processos com valores acima de R$ 3 milhões.

6 – Consignados
Ainda há muito a avançar, relatamos à Caixa a necessidade em automatizar os processos de liquidação simultânea, bem como as portabilidades. Tratamos também sobre a taxa customizada que muitas vezes é usada contra o CCA. O Diretor Nacional de Rede Gilberto Luz se comprometeu em viabilizar esse poder de negociação dentro do ambiente do CCA, ou seja, teremos a opção de operar com as taxas customizadas também. Quanto às automatizações, já foram aprovadas e estão em fase de desenvolvimento.
Quanto à remuneração, a equiparação às lotéricas já está aprovada, porém aguardando plano diretor viabilizar. Sem previsão de data, mas todos estão comprometidos em fazer isso acontecer.
Entrará para o CCA a comercialização do consignado Auxílio Brasil.

7- Regularização dos prazos de conformidade
A GERCO está fazendo intervenções com o objetivo de diminuir o prazo da conformidade, todos têm ciência de como é importante esse fluxo. O aumento de demanda em todas as esteiras acabou aumentando o prazo de análise, por conta disso foi desenvolvido um mecanismo digital que irá otimizar o tempo da conformidade, dando maior velocidade nas análises. Essa implantação está prevista para ocorrer em julho de 2022.
Serão feitas algumas melhorias no SICAQ, entre elas: os CCAs terão acesso à sua pontuação através do Caixa Aqui e poderão gerar sua carteira de clientes diretamente pelo sistema.

8 – O AGRO vem com tudo!
O Vice-Presidente de Rede de Varejo Jair Mahl informou que todas as agências terão meta de Agro. O projeto ainda está na fase piloto, mas até final de 2022 todos poderão explorar esse produto.

9 – Revisão das tarifas transacionais
Está prevista para julho/2022 a finalização da votação e será apresentada a nova tabela de precificação.

No dia 26 de maio a Vice-Presidente da ANCCA Izara Fiuza foi convidada para uma reunião com o Vice-Presidente de Negócios de Atacado Celso Barbosa, juntamente com sua equipe da VICAT, para uma conversa sobre algumas estratégias que poderão vir a ser operadas através do CCA, tais como PENHOR, linha PRIVT, entre outras.

Também foi debatido sobre como está evoluindo o piloto AGRO, quais as dificuldades enfrentadas até agora e o que pode ser feito para melhorar, a previsão é que até o final de 2022 todos os CCAs possam operar com esse produto. Durante o bate papo foi reconhecida a relevância dos CCAs na comercialização da seguridade e o pouco incentivo que recebemos para isso, o VP Celso Barbosa propôs uma reunião com a VP Camila Aichinger para tratar especificamente da remuneração da seguridade na Rede Parceira. Foi um encontro muito produtivo e com grandes avanços, muitas novidades vêm por aí!

Izara com o pessoal da VICAT

1 Comentário

  • Olá, gostaria de deixar o muito obrigado! sinceramente, ver na prática através desta publicação, mostra que as dificuldades enfrentadas pelos Correspondentes Caixa Aqui, estão sendo tratadas com carinho que merecem. Todos esses relatos, parecem eu expondo as minhas dificuldades, ANCCA, de fato está tratando de assuntos reais, quanto aos interesse dos cca’s. Em breve enviarei a documentação para afiliação, gostei muito de saber da existência desta associação nacional cca.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *